Jornalismo na era dos booktubers

Booktubers são youtubers que falam sobre livros. O nicho está em franco crescimento e tem profissionais dos mais diversos estilos. Alguns se dispõem a fazer resenhas pagas pelo autor do livro ou pela editora. Entre estes, há aqueles que deixam muito claro o que é pago e o que não é, e aqueles que apenas sinalizam discretamente.

Até que ponto essa prática é ética? Como o jornalismo, a crítica e a publicidade têm se relacionado antes e depois do advento das novas mídias e das redes sociais? Como essa relação pode afetar as redações e a sociedade em que vivemos?

*** Confira no Episódio 09 de Escafandro. Assine no seu aplicativo de podcast predileto e ouça de graça***

– Entrevistados do episódio:

Mel Ferraz

Booktuber, criadora do canal Literature-se.

Manuel da Costa Pinto

Jornalista, curador do prêmio Oceanos, apresentador do programa Arte 1 Contexto, foi curador da Festa Literária Internacional de Parati (FLIP), colunista e editor de diversos veículos culturais, entre eles Cult, Folha de S.Paulo e Guia Folha Discos Livros e Filmes.

João Gabriel de Lima

Editor-executivo de mídias digitais de O Estado de S.Paulo, coordenador do programa de pós-graduação em jornalismo do Insper, professor da FAAP. Foi crítico de cultura em veículos como Bravo! e Veja.

Isabella Lubrano

Jornalista e booktuber, responsável pelo canal Ler Antes de Morrer.

– Mergulhe mais fundo

O post que originou o episódio.

Texto do escritor Ronaldo Bressane, sobre a polêmica das resenhas pagas.

– Ficha técnica:

Produção, apresentação e edição: Tomás Chiaverini

Trilha sonora original: Paulo Gama

Mixagem: Vitor Coroa

– Colabore com a Rádio Escafandro:

Clique aqui.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *